Edições

Fura-bolo

( rucasouza )


Um tico-tico no meu fubá
Mulher mais louca de um Brasil
“Meteste do dedo na cobertura?
Ah, vai pra puta que te pariu!”
mais… »

Criança com o dedo torto apontando para o chocolate
Nonsense

Comentários (1)

Permalink

Ela veio pela janela do banheiro

( Thalita Coelho )


Uma mulher de cabelos louros quase brancos lavava a louça com entusiasmo assustador, assustador sim, afinal quem diabos limpa a casa com alegria de festa? Resposta: Maníacos por limpeza.

Exatamente isso era a Dona Mary, que há pouco chamávamos de “mulher de cabelos louros quase brancos”, totalmente, completamente, altamente maníaca por limpeza. Era mais prazeroso limpar uma mancha de molho de tomate de uma camisa branca, do que fazer sexo com o marido peludo e parrudo. A quarentona chegava a limpar  farelos de pão que estavam sobre a mesa enquanto os filhos ainda estavam comendo. Lavar a louça era a atividade mais excitante pra D. Mary, ou quem sabe, fosse limpar o banheiro: o cheiro de água sanitária, e o mantra de lavar os azulejos com uma escovinha fina e delicada, deixavam D. Mary arrepiada. (E a intenção não era rimar).
mais… »

Arte
Criança com o dedo torto apontando para o chocolate
Prosada

Comentários (0)

Permalink

Efêmero

( ferioxp )


___Efêmero tem gosto amargo.

As luzes piscantes de uma danceteria qualquer, encobriam o rosto moreno da menininha Darlene, aparentemente transformada em mulher  por toda aquela maquiagem. Ela não tinha uma mãezinha doente, nem a conta de algum vigarista para pagar. Ela era puta porquê gostava de gastar. Porquê gostava de sair. Porquê gostava de causar. Naquela noite, o cara que queria comêla vinha com um palavriado difícil e pseudo-cult pra cima dela. Ela adorava.
mais… »

Criança com o dedo torto apontando para o chocolate
Prosada

Comentários (0)

Permalink

inspirado em chocolates reais

( Leandro De Maman )


– Quero um chocolate, você tem aí?
– Chocolate? – Perguntou a mulher, de saia e lenço na cabeça, enquanto mechia no freezer cheio de carnes, presuntos, margarinas e queijos. – Que Chocolate?
mais… »

Arte
Criança com o dedo torto apontando para o chocolate
Prosada

Comentários (0)

Permalink

O menino com o dedo torto apontando para o chocolate

( Agente do Caos )


Cuidado com o que se deseja, já falava alguém. Eu queria ser agente de campo, esse negócio de perito de computadores enfunado numa sala estava me dando nos nervos. Resolvi arriscar-me mas a vida bate nos incautos.

Atravessei a rua sem delongas e aguardei na calçada até Jóia me alcançar. Entrei no restaurante e escolhi uma mesa aconchegante e discreta no canto. Um casal ligeiramente tímido, tomando um suquinho de manga num dia ensolarado e frio de inverno. Prosaico. Ilusório.

O restaurante era todo envidraçado, a claridade intensa penetrava e ofuscava. A imagem surreal de uma tarde brilhante, impregnava nossas mentes, enquanto o relógio tiquetaqueava e o mistério persistia. Jorge morreu sem passar adiante o material, mas deixou uma pista. Minto, ele disse algo, imaginávamos que era uma pista.

“O menino com o dedo torto apontando para o chocolate”


mais… »

Arte
Criança com o dedo torto apontando para o chocolate
Prosada

Comentários (0)

Permalink