Excertos de uma Taverna Moderna – Repentes à beira-mar

( Agente do Caos )


(Coro)

À Beira mar, À Beira mar

Eu vim aqui pra beber,

Mas eu quero é namorar!

(Homem)

O meu copo esvaziou

nem notei a esvaziada

Mas já tou é muito bem

Até te acho aprumada

(Mulher)

Não se precisa de cerveja

Pra gostar da minha lata

Vê se te flagra meu negu

Tás na frente de uma gata!

(Coro)

À Beira mar, À Beira mar

Eu vim aqui pra beber,

Mas eu quero é namorar!

(Homem)

O minha querida relaxe

Relaxando vais é gozar

Deixa logo desse papo

A vamo a vida aproveitar!

(Mulher)

Não se preocupe meu negu

Já bebi mai que o suficiente

É tanto álcool na idéia

que quem sabe eu te aguente!

(Coro 2x)

À Beira mar, À Beira mar

Eu vim aqui pra beber,

Mas eu quero é namorar!